Blog

Isolamento social impulsiona crescimento do e-commerce

A pandemia do novo coronavírus (covid-19) trouxe diversos desafios e muitas mudanças para a nossa rotina, inclusive transformando hábitos e tarefas comuns do nosso dia a dia. E hoje viemos falar de um deles, talvez o mais comum, que é fazer compras.

Pois é, o período de isolamento social alavancou e muito o mercado do e-commerce no Brasil. Os brasileiros passaram a consumir todo o tipo de produto/serviço pela internet, a fim de respeitar as orientações de prevenção e garantir itens básicos em casa, como supermercado, farmácia e alimentação.

Conforme um estudo realizado pelo Compre&Confie, o aumento foi tão expressivo que chegou a faturar 27,3 bilhões, crescendo 71% no período de 24 de fevereiro a 24 de maio, comparado ao ano passado. No entanto, outro detalhe chama a atenção, pois mesmo adquirindo com uma frequência maior, os consumidores estão mais cautelosos e com prioridades diferentes, focando em compras de produtos mais baratos e de necessidade diária.

Segundo o portal Mercado e Consumo, as categorias que apresentaram crescimento e lideraram este período foram cartões-presente (+610%), alimentos e bebidas (+222%), instrumentos musicais (+187%), brinquedos (+170%) e papelaria (+159%). Já a análise individual, mostrou que os produtos mais comercializados foram gel antisséptico, pijamas, toalha infantil e toalha de mesa.

Diante dessas informações e mostrando um lado positivo para o e-commerce, reforçamos a importância de usarmos a tecnologia ao nosso favor em tempos de crise. Sabemos que muitas empresas estão passando por dificuldades, sejam elas pequenas ou grandes, mas que podem enxergar o comércio on-line como uma solução, criando novas estratégias para alcançar seu público na internet.

O e-commerce possui diversas funcionalidades e trás muitas vantagens a quem o utiliza, além de também possibilitar que qualquer ERP seja integrado a ele, reunindo todas as informações e dados de compras, mercadorias e clientes em um único lugar. Gostaria de saber mais? Fale com a gente, a BLP.IT está pronta para ajudar você e sua empresa em tempos difíceis como este!

Fonte: Mercado e Consumo